Viver… e aprender

Aprendemos que, por pior que seja um problema ou situação, sempre existe uma saída.
Aprendemos que é bobagem fugir
das dificuldades. Mais cedo ou mais tarde, será preciso tirar as pedras
do caminho para conseguir avançar.
Aprendemos que perdemos tempo
nos preocupando com fatos que muitas vezes só existem na nossa
mente. Aprendemos que é necessário um dia de chuva para darmos valor ao
Sol, mas se ficarmos expostos muito tempo, o Sol queima.
Aprendemos que heróis não são
aqueles que realizam obras notáveis, mas os que fizeram o que foi
necessário e assumiram as conseqüências dos seus atos.
Aprendemos que, não importa em quantos pedaços nosso coração está partido, o mundo não pára para que nós o

consertemos.
Aprendemos que, ao invés de ficar esperando alguém nos trazer flores, é melhor plantar um jardim. Aprendemos que

amar não
significa transferir aos outros a responsabilidade de nos fazer
felizes. Cabe a nós a tarefa de apostar nos nossos talentos e realizar
os nossos sonhos.
Aprendemos que o que faz
diferença não é o que temos na vida, mas QUEM nós temos. E que boa
família são os amigos que escolhemos.
Aprendemos que as pessoas mais
queridas podem às vezes nos ferir. E talvez não nos amem tanto quanto
nós gostaríamos, o que não significa que não amem muito, talvez seja o
máximo que conseguem. Isso é o mais importante.
Aprendemos que toda mudança inicia um ciclo de construção, se você não esquecer de deixar a porta aberta.
Aprendemos que o tempo é
precioso e não volta atrás. Por isso, não vale a pena resgatar o
passado. O que vale a pena é construir o futuro. O nosso futuro ainda
está por vir. Então aprendemos que devemos descruzar os braços e vencer
o medo de partir em busca dos nossos sonhos.

3 Comments

  1. janete fatima souza 24 de outubro de 2008
  2. elaine cristina 9 de janeiro de 2011
  3. simone rodrigues 19 de janeiro de 2011

Deixe uma resposta