Uma lágrima

Pelo beijo que tanto esperei.
Pelos sonhos que tanto sonhei.
Pelo encontro que em vão sonhei!
Pelos sonhos que tanto sonhei.
Pelo encontro que em vão sonhei!
Pelo beijo que não me roubaste,
pelo afago que me recusaste.
Pelo encontro que tu evitaste,
pelo sonho que tu não sonhaste.

Uma Lágrima
Pela mão que não entrelacei,
pelo olhar que jamais cruzei,
pela valsa que eu não dancei.
Pela música que eu não entoei,
pela dança que tu não dançaste,
pela mão que não apertaste,
pelo olhar que tu desviaste,
pela canção que não escutaste.

Uma Lágrima
Pela espera da vida… Sem vida.
Pelo ápice do fim…
Sem fim.
Sem festa…
Pela fresta que tu fechaste.

Uma lágrima
Sem gozo…
Pois no meio do
Caminho declinaste.

Uma lágrima
Sem vida…
Foste minha luz e te apagastes
Começaste a me amar e não terminastes…
Mesmo assim ainda amo você…
Por não sei é não posse viver sem você.

2 Comments

  1. maria cristina 23 de maio de 2009
  2. Marinele Antunes 18 de março de 2010

Deixe uma resposta