Queria SER o SEU vento

O vento sopra em teus cabelos.
Eles flutuam no ar com liberdade e beleza
Queria ser o vento para poder te tocar, para poder te sentir,sem te machucar nem te ferir.
Queria ser o vento para estar ao teu lado e soprar do seu rosto toda tristeza e mágoa.
E como mágica fazê-la flutuar deixar os problemas e sonhar…
Sonhar sozinha,e sentir o carinho com que passo por você.
Mas quando vejo,você foi embora e o vento acabou.
Você foi embora sem saber como é sonhar um sonho verdadeiro.
Você foi sem saber o que é voar em devaneio.
Você se foi… sozinha.
Para onde estava indo com estes olhos de esmeralda com estes lábios doces e seus cabelos que desciam suas costas e subiam novamente
Pareciam um enorme campo que o vento acariciava e por onde ele passava uma marca ele deixava.
Marcas de carinho que você não percebeu que estavam em você.
Marcas de carinho que o vento não deixa, que o vento não faz.
Mas sim, marcas que fiz em teu coração.
Marcas sem dor,sem sentimento, sem cor.
Como o vento…
Vento, que contorna seu corpo sem te ferir, sem você sentir.
Feche os olhos.
E veja o vento, ele chora sua falta.
Mas com você, o vento fica em movimento.
Ele tira suas mágoas e te faz sonhar.
Te leva longe, onde o vento não vai.
Mas por você, o vento vai até parar de ventar.
Aí você volta, e se esquece.
Das alegrias, das risadas e do carinho que o vento te fez.
Como queria ser o vento para te fazer feliz mesmo que por pouco tempo,mesmo que
você não se lembre estarei sempre perto…
Estarei sempre perto.
Estarei no seu coração.
Fiz marcas nele que não doem
Mas que para sempre ficarão.
Estarei sempre perto de você como o vento…

Deixe uma resposta