Purificação do CORAÇÃO

Purifique o coração e as ações serão limpas.
Faça boa a árvore e o fruto será bom.
Se faltar esta atitude interna, esta santidade do coração, poderemos efetuar muitos deveres externos com o alvo de agradar a Deus, e ainda assim os nossos corações estarão alienados da vida de Deus.
E ainda que sejam muitas as nossas obras na igreja de Cristo, teremos o nome de quem vive, mas estaremos mortos espiritualmente por falta desta comunhão com Deus.
“E ao anjo da igreja que está em Sardes escreve:
Isto diz o que tem os sete espíritos de Deus, e as sete estrelas:
Conheço as tuas obras, que tens nome de que vives, e estás morto.” (Apo 3.1).
É somente quando as ações internas de fé, temor, reverência, confiança e amor são constantes em nós, que se comprova que nossa alma se encontra numa condição espiritual vigorosa e saudável.
E devemos considerar sempre que é o próprio Deus o objeto e o fim de nossos deveres externos, como por exemplo os da oração e do louvor.
Vivemos afinal para servi-lo amá-lo e adorá-lo.
E não poderemos fazer isto se o nosso coração não estiver purificado.
Por isso diz nosso Senhor que são bem-aventurados os de coração puro e humildes de espírito.
Pr Silvio Dutra

Deixe uma resposta