Procurando emprego

O sujeito entra numa agência de emprego às onze horas da manhã, com uma tremenda cara de sono e começa a bocejar na frente do entrevistador.
– O senhor não tem vergonha, de vir pedir emprego com uma cara dessa?
– Mas o emprego não é pra mim não, doutor!
– Pra quem é então?

Deixe uma resposta