O TEMPO vai…

O vento toca o meu rosto e me lembra que o tempo corre, levando em suas asas meus dias, minhas certezas, meus conceitos, minhas virtudes, meus defeitos.
Nada pode detê-lo.
O tempo vai…
Mas há algo que sempre guardarei… o seu amor que um dia encontrei e nada vai enterrar.
Nos seus braços, não importa o tempo nem as horas.
Só existe o momento de sonhar!

Deixe uma resposta