O CORPO quer, a ALMA entende

É a verdade que assombra
O descaso que condena,
A estupidez,  o que destrói
Eu vejo tudo que se foi
E o que não existe mais
Tenho sentimentos já dormentes,
O corpo quer, a alma entende.

Deixe uma resposta