Logo existo

Eu sou assim
Como todo ser humano
Tenho defeitos e virtudes
Procuro um amor sem fim
Luto pela vida em sua plenitude
Pois acho na luta um meio para atingir a vitória
Adoro a liberdade
E, por isso, às vezes sou alheia à vida
Tenho sempre um objetivo a ser alcançado
E por mais que esteja cansada
E o caminho seja cheio de obstáculos
Nunca desisto por nada…
Vivo por um sonho
Amo a liberdade
Luto para atingir meus objetivos
Tropeço mas me levanto
Porque vejo nos erros
Uma fonte inesquecível de assimilação
Eu sou assim…
Livre, presa
Triste, alegre
Persistente e, às vezes por frações de segundo

Deixe uma resposta