Hoje

Hoje, vejo
O sol, há muito se foi
Não há flores no meu jardim
Só há o que muito já choramos
Solidão…

Deixe uma resposta