Fragmentos da Alma

Desiludida caminho só…
Colhendo no amanhecer…
As flores orvalhadas do campo…

Pra te ofertar…
Nesta ilusão cega…
De um olhar magoado…
Num canto de espera…
Onde te silenciaste agora…

Carrego comigo as lágrimas…
E a minha madrugada…
Com a noite que passei acordada…
Na dor calada deste coração…

Sem poder chorar…
Engoli meu pranto…
Com a certeza de você…
Não mais me amar…

Cego você usou tua desconfiança…
Pra duvidar de meu amar…
Deixou-se levar cobrando-me…
Respostas que eu não pude dar…

Levou contigo…
Minha ilusão…
Meu sonho…
Deixando a mim só…
Está tristeza no olhar…
Fragmentos de minha alma…

3 Comments

  1. madalenavaz 16 de dezembro de 2009
  2. lindalva 22 de dezembro de 2009
  3. ILSON RODRIGUES MOURÃO 30 de dezembro de 2009

Deixe uma resposta