Devolva-me a paz

Eu sei que não sou o que
esperavas de mim, te
enganei por medo de
confessar o que sentia
por ti fui covarde, eu sei.
Mas tu foste pior, sem me
dar chance de defesa
roubou-me, o que de mais
precioso eu tinha.
Te dei o meu coração, e
você não se contentou.
com isso e, a sua presença
renovou a minha vida.
Retirou a pesada cortina
que envolvia o meu coração e
não deixava que ele visse o
quanto é bom poder ser amada.
O seu carinho renovou a
certeza de que vale a pena
ser carinhosa com alguém
porque carinho.

Deixe uma resposta