Brancas nuvens… amor!

Quando elevo meus olhos ao céu
E vejo brancas nuvens, surge sua figura.
A invadir meus pensamentos!

E Em tua face…
A mesma face que um dia vi
A expressão de todo um prazer;
Que em meu ser sentiu de ti!

Bendigo o lugar, onde nos amamos!
Bendigo o tempo que foi cruel
Em não respeitar meu desejo de eternidade…
Bendigo meu puro desejo pelo teu ser…
Bendigo meu coração maldito!

Quantas vezes as brancas nuvens
Trouxe-me você…
Lembranças…
Desejos…
Anseios…

Quantas vezes gritei,
Pensando que o vento levaria minha voz até você!

Deixe uma resposta