Assim…

Ainda que fosse assim,
ainda que continuassem a existir
prorrogações, anulações,
analistas e divãs,
gemidos como em campo de concentração:
Do teu canto,
de uma janela qualquer perdida no meio da cidade,
observarias subir a maré da loucura
aos olhos da noite.
Por algum tempo, talvez,
tenhas esquecido a melodia em dor maior,
tenhas sucumbido ao prazer de ser essência,
elemento, continente.
Ainda que fosse assim,
Sob o luar sonharíamos…
Dois loucos fazendo amor
como dois desconhecidos
e com paixão tamanha !
Ainda que fosse assim.
Ainda…
Mas nunca foi
Assim…

Deixe uma resposta