Aos nossos pais…

A jornada pareceu árdua e difícil…
O desânimo tentou se apossar por vezes…
Entretanto, o lembrar de suas faces preocupadas
E tanto envelhecidas no correr destes anos,
De seu trabalho, de suas orações, de seu apoio incondicional para nos dar o melhor,
Nos impulsionou deveras para a luta.
Obrigado, muito obrigado pelo silêncio,
Quando eu reclamava e,
obrigado também pelas suas palavras de estímulo quando eu me calava.
Nessa nossa grande batalha, creiam-nos a vitória também é de vocês…
Continuaremos até o dia em que possamos,
Juntos, de mãos dadas, sermos ao mesmo tempo
pais e filhos dos nossos sonhos,
de nossas realizações, do que sentimos.

Deixe uma resposta