Anotações de Paz

Ninguém adquire PAZ sem aceitar a luta incessante pela segurança do bem.
Felicidade é o outro nome da consciência tranqüila.
Trabalho é o capital que não se desvaloriza.
Muito difícil amparar a multidão, quando não se aprende a ser útil na própria casa.
Estudo é aquisição de responsabilidade.
Quem não perdoa carrega peso desnecessário.
Azedume é o caminho para a solidão.
Observar tudo o que se vê, assinalar os erros e corrigi-los, em cada um de nós, por nossa própria conta.
Admitir que é muito difícil lidar com os outros, mas cultivar a obrigação de auxiliar aos outros, quanto nos seja possível, sem nunca afastar-nos dos outros e reconhecer que, sem os outros, nenhum de nós seguirá para a frente.

Deixe uma resposta