Amigo, viaja comigo

Ah, meu amigo,
agora te mando flores,
amigo das minhas horas,
que sabes ouvir as dores,
entender minhas demoras,
acalmar os meus temores.
Ah, meu amigo,
já nem sei como dizer
dos teus momentos comigo,
sejam de riso ou sofrer.
Ah, meu amigo,
como é boa esta certeza
de que em ti encontro abrigo
na alegria ou na tristeza.
Como sabes ser presente
quando preciso de ti,
quando com alma doente,
eu olho, tu estás ali!
Ah, meu amigo,
agora te mando flores.
Que Deus esteja contigo
e que te salve das dores!
Tu mereces, meu amigo,
esta sincera homenagem.
Vem!
Vem pela Vida comigo…
A Vida… esta viagem.

Deixe uma resposta