A Vida e o Tempo

Contemplo minha própria vida gotejando

nas linhas que o destino traça

A vida é como o próprio tempo que me escapa

se acampando nos céus

que ele mesmo tinge e enlaça

Hoje… as nuvens nimbus, o vento forte

A vida segue o compasso da tormenta

Amanhã…o céu azul anil, o sol no horizonte

A vida brada no ritmo do dia claro que a acalenta

Se hoje, fechou-se o tempo

e a chuva torrencial destelha os bons pensamentos

aloja em lágrimas os meus desalentos

Amanhã, o dia se abrirá num manto azulado

E a vida irá sorrir sem a lívida lembrança

do que já foi tornado

*

Deixe uma resposta