A PAZ se planta

A Paz se planta.
O velho, cedo, se levanta, sorri e até canta.
Reza ou recita um mantra.
Sabe que não tem almoço, mas confia na janta.
Ouve o cantar de pássaros e se encanta.
Pensa em sua vida e vê que é tanta.
Sente que vem o frio, mas tem sua manta.
Olha para o campo semeado e reza para que a colheita lhe garanta.
Cuidando, examina o que planta.
Com sua sabedoria ninguém se espanta.
Dá seu amor que vem com a Santa, a Santa Paz que ele também planta e, lhe volta em dobro trazendo a janta.
Lembra-se que:
Se Paz se planta, o Amor encanta e a Vida canta…
Pra melhor, se transformar, adianta.
Ele sabe que seu irmão, também, tem a mesma Luz que o levanta e ao acordar, tudo o encanta.
Sabe que este irmão também irá ver que a Paz adianta.
Também se lembrará que a Paz se planta.
Que a Paz vem, Santa.

Planta, que adianta.
Esta Santa…encanta…os caídos levanta…

A gratidão é tanta quando se encontra esta Santa.
A Santa Paz sempre adianta.

Deixe uma resposta