A Culpa!

A culpa foi minha
A culpa foi toda minha
Nunca deveria ter te procurado
Foi um erro
Talvez o mais gostoso que eu já tenha cometido
Mas ainda sim um erro
E não gostaria de cometê-lo de novo
sabe porquê?
Porque não quero passar por isso de novo
Pois não sei se suportaria tê-lo novamente em meus braços e depois deixá-lo ir embora para os braços de um outro alguém
Isso para mim seria o fim
Embora ter você em meus braços novamente seja o meu desejo mais profundo
E a cada dia que passa esse desejo se torna maior e mais intenso
Essa vontade incontrolável de ter você
de poder beijá-lo, poder tocá-lo, abraçá-lo
Fere minha alma a cada dia
Pois sei que jamais voltarei a percorrer as estradas longas e insaciáveis do teu corpo
E nunca mais sentirei o aroma delirante do teu perfume tatuado em minha pele
Que um dia me embriaguei e saciei os meus mais tórridos e insensatos desejos
Hoje fico com meus pensamentos e lembranças
Pois foram às únicas coisas que restaram desta tão bonita e ao mesmo tempo tão triste história
E pode passar o tempo que for sempre vou me lembrar de tudo isso com uma enorme saudade
E o que quer que eu faça nunca vai conseguir apagar da minha memória o que vivemos
Foi pouco tempo mais o suficiente para que se tornasse inesquecível!!!

Deixe uma resposta