CHAMAMENTO AO AMOR (Palavras de Vida Eterna)

publicidade anuncie
Recado Facebook CHAMAMENTO  AO  AMOR (Palavras de Vida Eterna)

“… E à ciência temperança, e à temperança paciência e à paciência piedade.”– Pedro. (II PEDRO, 1: 6.)

Aprender sempre, instruir-nos, abrilhantar o pensamento, burilar a palavra, analisar a verdade e procurá-la são atitudes de que, efetivamente, não podemos prescindir, se aspirarmos à obtenção do conhecimento elevado; entretanto, milhões de talentosos obreiros da evolução terrestre, nos séculos que se foram, esposaram a cultura intelectual, em sentido único, e fomentaram opressões que culminaram em pavorosas guerras de extermínio.
Incapazes de controlar apetites e paixões, desvairaram-se na corrida ao poder, encharcando a terra com o sangue e o pranto de quantos lhes foram vítimas das ambições desregradas.
Toda grandeza de inteligência exige moderação e equilíbrio para não desbordar-se em devassidão e loucura.
Ainda assim, a temperança e a paciência, por si só, não chegam para enaltecer o lustre do cérebro.
A própria diplomacia, aliás sempre venerável, embora resida nos cimos da suavidade e da tolerância, pelos gestos de sobriedade e cortesia com que se manifesta, em muitos casos não é senão a arte de contemporizar com o rancor existente entre as nações, segurando, calma, o estopim do ódio e da belicosidade para a respectiva explosão, na época que julga oportuna a calamitosas conflagrações.
O apontamento do Evangelho, no entanto, é claro e preciso.
Não vale a ciência sem temperança e toda temperança pede paciência para ser proveitosa, mas para que esse trio de forças se levante no campo da alma, descerrando-lhe o suspirado acesso aos mundos superiores, é necessário que o amor esteja presente, a enobrecer-lhes o impulso, de vez que só o amor dispõe de luz bastante para clarear o presente a santificar o porvir.

AGRADEÇAMOS A DEUS(Vida Eterna)

publicidade anuncie
Recado Facebook AGRADEÇAMOS A DEUS(Vida Eterna)

“Dando sempre graças a Deus por tudo, em nome do Nosso Senhor Jesus Cristo…”(Paulo, Efésios 5:20)

Muita gente pergunta como se pode render graças a Deus pelas dores que sacodem a vida; entretanto, basta leve reflexão para que venhamos reconhecer a função renovadora do sofrimento.
Atravessaste longo período de enfermidade, da qual te refazes, dificilmente, e, se ouvires a própria consciência, perceberás que a moléstia física foi o socorro valioso para que te não arrojasses a tremendas lutas de espírito.
Foste surrupiado na vantagem financeira que te colocava em destaque no trabalho que te assegura a subsistência, e, se meditas severamente no assunto, observarás que a suposta humilhação te livrou de compromissos perigosos e arrasadores.
Perdeste recursos materiais que apenas te acrescentariam o reconforto desnecessário, no carro da própria existência, e, se te deres ao exame desapaixonado da própria situação, verificarás que alijaste o peso dourado de enfeites suntuosos que te fariam, provavelmente, a vítima de criminosos assaltos.
Amargaste a deserção do amigo em cujo afeto depositavas a maior esperança, e, se estudares a ocorrência, com plena isenção de ânimo, concluirás que o tempo te libertou de um laço impróprio, que se transfiguraria, talvez de futuro, em pesado grilhão.
Não te confies às aparências.
Louva o céu azul que te imprime euforia ao pensamento, mas agradece, também, a nuvem que te garante a chuva, mensageira do pão.
Mesmo que não entendas, de pronto, os desígnios da Providência Divina, recebe a provação como sendo o melhor que merecemos hoje, em favor do amanhã, e, ainda que lágrimas dolorosas te lavem a alma toda, rende graças a Deus.

Mortos que REVIVEM

publicidade anuncie
Recado Facebook Mortos que REVIVEM

É de fato algo maravilhoso e poderoso, que mortos ouçam a voz do Senhor e se tornem vivos.
Isto é feito pela pregação do evangelho.
Esteja morto em delitos e pecados, nas trevas da incredulidade, ou então morto espiritualmente, por ter se afastado de Deus depois de ter recebido a vida de Cristo…não importa…é o mesmo poder do Espírito Santo que vive ficará tanto a um quanto ao outro,
pela simples fé no senhorio de Cristo.
Foi muita misericórdia da parte de Deus, ter dado ao homem a possibilidade
de ouvir a voz de Cristo para a salvação, apesar de toda a humanidade, que está sem Cristo, se encontrar naturalmente morta em espírito, corrompida na alma e com um corpo físico que caminha para a morte e que está sujeito a tantas fraquezas e enfermidades.
Como podem os mortos ouvirem a mensagem do evangelho, pregada no poder do Espírito, e responderem da salvação o convite
Ninguém sabe, mas sabemos que isto é certamente concedido pelo poder do Deus Altíssimo.
Pr Silvio Dutra

DEUS é a melhor HERANÇA

Recado Facebook DEUS é a melhor HERANÇA

“Pelo que Levi não tem parte nem herança com seus irmãos;
O Senhor é a sua herança, como o Senhor, teu Deus, lhe tem prometido.”
Deut 10:9

A tribo de Levi que servia a Deus no santuário, foi separada por ele para ser, desde a saída do Egito o seu primogênito, a sua propriedade, a sua herança.
Levi foi herdado por Deus e não teria terras nem propriedades, porque o Senhor seria
o seus sustento e herança.
Os crentes verdadeiros são o Levi de Deus e por isso o Senhor usou no regime da Lei, tal ilustração no passado.
Não há melhor herança que o próprio Senhor.
Não há bem mais sublime e duradouro.
O crente não herda bens terrenos que passam, mas a vida de Cristo, o tesouro escondido achado por aqueles aos quais ele ama.
Pr Silvio Dutra

Se tiveres amor

publicidade anuncie

Se tiveres amor, caminharás no mundo como alguém que transformou o próprio coração em chama divina a dissipar as trevas…
Encontrarás nos caluniadores almas invigilantes que a peçonha do mal entenebreceu, instilando-lhes o hábito da peste, e relevarás toda ofensa com que te martirizem as horas…
Surpreenderás nas maldizentes criaturas desprevenidas que o veneno da crueldade enlouqueceu, e desculparás toda injúria com que te deprimam as esperanças…
Observarás no onzenário a vítima da ambição desregrada, acariciando a ignomínia da usura em que atormenta a si próprio, e no viciado o irmão que caiu voluntariamente na poça de fel em que arruína a si mesmo…
Reconhecerás a ignorância em toda manifestação contrária à justiça e descobrirás a miséria por fruto dessa mesma ignorância em toda parte onde o sofrimento plasme o cárcere da delinqüência, o deserto do desespero, o inferno da revolta ou o pântano da preguiça…
Se tiveres amor saberás, assim, cultivar o bem, cada instante, para vencer o mal cada hora…
E perceberás, então, como o Cristo, fustigado na cruz, que os teus mais acirrados perseguidores são apenas crianças de curto entendimento e de sensibilidade enfermiça, que é preciso compreender e ajudar, perdoar e servir sempre para que a glória do amor puro, ainda mesmo nos suplícios da morte, nos erga o espírito imperecível à benção da vida eterna.