Escala de Valores

publicidade anuncie

Como anda a sua escala de valores?
Ser imortal que você é, tem buscado valorizar o que tem valor efetivo,
ou ainda tem dado importância às coisas efêmeras e fúteis?

Tem ocupado seu tempo com coisas úteis ao seu progresso intelectual
e moral ou somente com as coisas passageiras,
na busca de satisfações imediatas?

Esses questionamentos devem ser uma constante em nossas vidas, ou,
pelo menos na vida daqueles que realmente anseiam por melhores dias.

Alguns de nós dedicamos muito tempo relembrando
ou lamentando o passado.

Ou, ainda, pensando no futuro próximo nos esquecemos de viver o presente. O momento atual.
O nosso hoje.

O passado deve nos servir de lição, de experiência,
mas é passado e não pode ser modificado.

O futuro, esse sim, é construído agora, no momento atual.
E não pode ser antecipado.

Por vezes, a sociedade tem se ocupado com coisas
que não contribuem em nada e
até são prejudiciais ao desenvolvimento do ser.

Exemplo disso, nós encontramos na mídia.
Madre Teresa, que dedicou sua vida ao bem, fazendo das suas mãos uma extensão das mãos do Suave Rabi da galiléia, atendendo os necessitados de Calcutá, dá menos ibope nos meios de comunicação,
do que uma luta de boxe, por exemplo.

Homens se esbofeteando ocupam os horários nobres nos telejornais, nas revistas e em outras mídias.
São pagos milhões de dólares para vê-los esmurrarem-se
mutuamente e ficamos satisfeitos.

Cientistas que dedicam a vida inteira, comprometendo a saúde em busca de melhores dias para a humanidade,
são desconhecidos, quase não se ouve falar deles.
Os piores traficantes, assassinos, seqüestradores, esses sim, são notícia.

Talvez esses venham a ser os ídolos dos nossos filhos,
pois desses eles ouvem falar, e muito.

Assim, vale a pena pensar sobre o que temos valorizado.
Sobre que valores temos passado aos nossos filhos.

Enquanto pessoas vazias dão respostas tolas, quando entrevistadas,
Vale a pena anotar essas pérolas de sabedoria de alguém que foi um exemplo de vida, comprometida com os mais nobres e duradouros valores.

Interior e exterior

publicidade anuncie

Uma pessoa vestindo uma roupa bonita de marca (exterior), pode chamar a atenção por estar assim, mas não vai estar chamando esta atenção pelo que ela é por dentro (interior);

Uma pessoa bonita de rosto e de corpo (exterior) pode atrair o desejo sexual ou o de se ter algo bonito, como um objeto bonito, mas não o de fascinar o outro pelas suas qualidades interiores causando amor;

Uma pessoa pode lutar muito para ter dinheiro e poder (exterior) ou lutar muito para ser caridosa, ter compaixão, ser verdadeira, justa, digna, paciente, respeitadora, livre e etc. (interior).

O que realiza o ser humano é o que está dentro e não o que está fora:

Chamar a atenção pela sua roupa causa vazio interior, pois você está chamando a atenção pela roupa, não pelo que você é.

Atrair os outros pela beleza física causa vazio interior, pois isso é ser objeto: objeto sexual e objeto de exposição visual.

Ser o que tem dinheiro ou o que tem poder causa vazio interior, pois se dá o valor pelo que se tem e não pelo se que é (ele não se gosta, gosta do dinheiro ou do poder, ou os outros não gostam dele, gostam do dinheiro e do poder).

Uma pessoa que valoriza muito o exterior é fútil, uma pessoa que valoriza muito o interior é profunda.
Uma pessoa verdadeira você sempre a achará bonita, uma pessoa bonita de rosto e de corpo, uma hora enjoa.
Uma pessoa que se vale pelo seu dinheiro, poder, fama e etc. é feia.
Uma que se vale pelas suas qualidades interiores é bonita.