Os Dois Passarinhos

publicidade anuncie

Eu tenho dois passarinhos.
U m deles vive na gaiola. Quando eu vou tratá-lo, tenho de tomar o máximo cuidado porque ele se bate muito e eu tenho certeza de que ele, se escapar, voará e nunca mais o verei.
O segundo dorme no espaldar da minha cama. No início do amanhecer, ele acorda e começa a cantar. Eu abro a janela e ele sai voando e fica pelas árvores do jardim, brincando e cantando. Nunca vai para longe. Quando eu me levanto, ponho na janela comida, água e uma banheirinha. Ele vem, toma banho, come e volta a voar. De vez em quando, ele pousa na minha cabeça ou no meu ombro e canta por uns momentos e voa novamente. No final da tarde, ele pousa no parapeito da janela e fica cantando até o escurecer. Daí, ele voa para o espaldar da cama e dorme.
Qual dos dois passarinhos é mais meu?
O que está comigo apenas porque eu o mantenho preso?
Aquele que escolheu viver comigo porque eu o cativei e o deixei livre?

Fonte: Armazem dos sonhos.

publicidade anuncie

Comentários Facebook

Uma ideia sobre “Os Dois Passarinhos

Deixe uma resposta