Meu Filho

Sua pouca idade faz com que tantas coisas ainda não compreendas
A inocência com que sorri para mim, reflete o homem que serás um dia
Posso não estar fisicamente tão presente em tua vida
Posso não ter te dado todos os abraços que sem dúvida mereces
Posso não ter sido a mãe mais presente do mundo
E se papai do céu levasse hoje a sua mãezinha
Esta iria triste, triste
Não por ter te deixado
Aonde quer que eu vá…
Por onde eu existir estarás sempre comigo
Mas pelos abraços e beijos que nos foram impossibilitados
Pelas coisas que a tua imaturidade ainda não lhes permite compreender mesmo que eu dissesse agora
Eu iria triste porque sonho em vê-lo crescer
Ser pai
Ter uma família
E dar para os teus filhos o amor e o carinho
Que um dia
Alguém me impossibilitou de te dar.

publicidade anuncie

Comentários Facebook

3 ideias sobre “Meu Filho

Deixe uma resposta